Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Empreiteiro acusado de duplo homicídio em Segura só se lembra de matar autarca

Lusa

  • 333

Idanha-a-Nova, 25 fev (Lusa) - O empreiteiro acusado de matar com dois tiros de caçadeira a presidente da junta de Segura e o marido desta, a 12 de junho de 2012, disse hoje que só se lembra de assassinar a autarca.

José Torres falava no início do julgamento no Tribunal de Idanha-a-Nova, em que responde por dois crimes de homicídio qualificado e por posse de arma proibida.

O arguido relatou como pegou na arma do crime e disparou contra Lurdes Sobreiro, num gabinete, quando a autarca estava sentada à secretária, mas disse que não se lembra de ter disparado sobre o marido, que estava de pé, ao lado dela.