Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Empordef garante que decisão de excluir proposta norueguesa para os Estaleiros de Viana resultou da lei

Lusa

  • 333

Viana do Castelo, 06 nov (Lusa) - A Empordef garante que a decisão do grupo de análise à reprivatização dos Estaleiros de Viana do Castelo de excluir uma proposta de compra norueguesa, apresentada depois da 10:00 de segunda-feira, resultou da aplicação da lei.

Em comunicado enviado hoje à agência Lusa, a 'holding' do Estado para as indústrias de Defesa explica que o grupo de análise decidiu "excluir propostas que não tenham dado entrada na caixa de correio - criada especificamente para este concurso - até às 10:00 do dia 5 de novembro".

Este grupo de análise é constituído pela administração da Empordef e por uma comissão de especialistas, sendo que a decisão, acrescenta o comunicado, resulta "rigorosamente nos termos da lei".