Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Emigrantes enviam mais 6,5% de remessas para países em desenvolvimento - Banco Mundial

Lusa

  • 333

Washington, 21 nov (Lusa) -- As remessas de emigrantes para os países em desenvolvimento vão aumentar 6,5% este ano face a 2011, atingindo os 318 mil milhões de euros, indica um relatório do Banco Mundial publicado na terça-feira.

Os países que mais remessas recebem são a Índia (cerca de 55 mil milhões de euros) e a China (quase 52 mil milhões de euros), seguindo-se o México e as Filipinas, ambos com uma fatia de 18.823 milhões de euros.

No relatório, citado hoje pela agência noticiosa espanhola Efe, o Banco Mundial (BM) observa, por exemplo, que para o aumento das remessas para a América Latina -- na ordem 50 mil milhões de euros -- contribuiu a recuperação económica e de uma melhoria do mercado laboral norte-americano, embora esse envio de dinheiro dos emigrantes tenha sido afetado pela "instabilidade económica" da Europa.