Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Embaixada diz que não há portugueses na região onde ocorreu o rapto de estrangeiros na Argélia

Lusa

  • 333

Lisboa, 17 jan (Lusa) -- O embaixador de Portugal na Argélia, José Fernando Moreira da Cunha, disse hoje que não há portugueses na região argelina onde ocorreu o rapto de vários estrangeiros, afirmando ainda que a comunidade portuguesa está tranquila.

"Nós não temos portugueses na região onde aconteceu o rapto, junto da fronteira com a Líbia", disse à agência Lusa o embaixador Moreira da Cunha.

Um ataque contra um campo de gás explorado pela empresa estatal argelina Sonatrach com a empresa britânica British Petroleum e a norueguesa Statoil foi levado a cabo na quarta-feira em Tigantourine, a 40 quilómetros de In Aménas, perto da fronteira líbia.