Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Eleição direta do presidente do Conselho Europeu pode "fascinar" cidadãos - Schäuble

Lusa

  • 333

Berlim, 30 out (Lusa) - O ministro das finanças alemão, Wolfgang Schäuble, defendeu hoje a eleição direta do presidente do Conselho Europeu, afirmando que tal poderia 'despertar [nos cidadãos europeus] mais fascínio do que eleições parlamentares e melhorar a comunicação na Europa".

Discursando num fórum sobre o futuro da Europa em Berlim, o político democrata-cristão apelou também ao avanço da integração europeia: "No século XXI, os Estados nacionais já não estão em condições de responder às questões da globalização e da regulamentação dos mercados financeiros", disse.

O ministro alemão defendeu ainda a transferência de competências do plano nacional para Bruxelas, "sem limitar os direitos dos parlamentos nacionais em relação aos orçamentos", e o aumento das competências do Parlamento Europeu.