Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Egito: "Não nos vamos manter em silêncio" - Chefe do Exército

Lusa

  • 333

Cairo, 18 ago (Lusa) -- O chefe do Exército egípcio disse hoje que vai enfrentar com firmeza a "violência islâmica", nas primeiras declarações após a operação contra os apoiantes do ex-presidente Morsi, na quarta-feira.

"Não nos vamos manter em silêncio face à destruição do país", disse o general Abdel Fattah al-Sisi, o rosto do golpe de Estado de 03 de julho que levou à deposição do presidente Mohamed Morsi.

O general al-Sisi falava durante um encontro com chefias militares e policiais na capital do Egito.