Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Educação: Tribunal de Lisboa dá razão a alunos do recorrente contra exames nacionais

Lusa

  • 333

Lisboa, 26 jun (Lusa) -- O Tribunal Administrativo de Circulo de Lisboa deu razão aos alunos do ensino recorrente que contestaram a obrigatoriedade de realizarem exames nacionais para se candidatarem ao Ensino Superior determinada pelo Ministério da Educação este ano.

Em causa estão alterações legislativas para que todos os alunos concorram ao Ensino Superior em igualdade de circunstâncias, ou seja, realizando obrigatoriamente os exames nacionais, seja no ensino regular ou no recorrente.

A decisão do ministro, Nuno Crato, surgiu após denúncias de alunos que se declararam ultrapassados no acesso à universidade, nomeadamente em cursos de medicina, por colegas que frequentavam o ensino recorrente em externatos, onde não estavam sujeitos às mesmas regras.