Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Educação: Câmara de Ponte de Lima reclama dívida de 900 mil euros e pondera rescisão com ministério

Lusa

Viana do Castelo, 13 mai (Lusa) - O presidente da câmara de Ponte de Lima anunciou hoje a intenção de rescindir o acordo de transferência de competências assumido em 2009 com o ministério da Educação, alegando uma dívida de 900 mil euros.

Segundo Victor Mendes, em causa está o pagamento de salários a 32 funcionários contratados expressamente para os centros escolares de todo o concelho e que estavam previstos no âmbito do contrato de transferências de competências que a autarquia assumiu com o ministério.

A Lusa tentou uma reação sobre o assunto junto do ministério da Educação, mas ainda não foi possível.