Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

EDP nega "irregularidades ou ilegalidades" na execução de barragem na Pampilhosa da Serra

Lusa

  • 333

Pampilhosa da Serra, 04 fev (Lusa) -- A EDP negou hoje "qualquer irregularidade ou ilegalidade" na construção da nova barragem do Alto Ceira, afirmando-se "completamente alheia" a uma parte das queixas do ex-diretor de fiscalização da obra.

Uma fonte oficial da EDP disse à agência Lusa que a empresa "celebrou com a COBA o contrato relativo à fiscalização da construção" da barragem, no concelho da Pampilhosa da Serra, "sendo que uma parte significativa das questões suscitadas" por Mário Cabral "se referem unicamente à relação laboral" com a COBA.

"As condições dos contratos da prestação de serviços de fiscalização e da empreitada de construção incluem os seguros de responsabilidade civil dos técnicos responsáveis e foram apresentados conforme o exigido, contrariamente ao alegado pelo engenheiro Mário Cabral", acrescentou.