Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Economistas corrigem estudo mas mantêm conclusões sobre impacto da dívida no crescimento

Lusa

  • 333

Paris, 10 mai (Lusa) - Os economistas de Harvard Carmen Reinhart e Kenneth Rogoff publicaram uma correção do controverso estudo que fizeram sobre o impacto da dívida pública no crescimento económico, mas mantêm as conclusões como válidas.

O estudo "Crescimento em Tempos de Dívida" de Reinhart e Rogoff de 2010 - que concluía que uma dívida elevada era acompanhada necessariamente por uma recessão - foi posto em causa depois de um estudante de Econometria da Universidade Amherst de Massachusetts ter descoberto erros nos cálculos do método estatístico.

Posteriormente, três investigadores da universidade de Massachusetts publicaram trabalhos que contestam as conclusões do estudo, devido designadamente a erros de cálculo e omissão de dados de determinados países no estudo e acusam os autores de Harvard de fazerem falsamente a apologia da austeridade.