Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Economista plagiado por Baptista da Silva considera ato inaceitável mas não avança para Tribunal

Lusa

  • 333

Lisboa, 27 dez (Lusa) -- O ex-economista do Banco Mundial Martin Ravallion, cujo artigo terá sido plagiado pelo alegado consultor da ONU Artur Baptista da Silva, disse à Lusa "que este tipo de burla não é aceitável", mas não pensa agir legalmente nesta altura.

Artur Baptista da Silva deu várias entrevistas à comunicação social, apresentando-se como coordenador de um suposto Observatório Económico e Social criado no âmbito do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD), informação que se veio a revelar falsa.

O alegado economista apresentou ainda um trabalho intitulado "Growth, Inequality and Poverty -- Looking Beyond Averages", assinado por Artur Baptista da Silva, PhD in Social Economics (Doutorado em Economia Social) e U. N. Coordinator Advisor (consultor da ONU), com o qual teria ganho o prémio Feelings da Unesco, mas que é na realidade da autoria de Martin Ravallion, ex-diretor do departamento de investigação do Banco Mundial e o prémio em causa não existe.