Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Eanes defende papel de Jardim Gonçalves na reforma do sistema bancário pós-25 de Abril

Lusa

  • 333

Lisboa, 01 jul (Lusa) -- O ex-Presidente da República Ramalho Eanes compareceu hoje em tribunal como testemunha abonatória do ex-presidente do BCP Jardim Gonçalves por considerar que o banqueiro teve um papel importante na reforma do sistema bancário, depois do 25 de Abril.

"Podia fazê-lo por escrito, mas decidi vir pessoalmente porque não esqueço o papel que teve na reforma do sistema bancário e na reforma das práticas bancárias", disse o general Ramalho Eanes, para quem, após o 25 de Abril, Jardim Gonçalves estava entre "o melhor que havia internacionalmente".

Em declarações à Lusa, recordou a visita que efetuou a Espanha em 1977, onde Jardim Gonçalves se encontrava exilado: "Foi um dos homens a quem disse que tinha a obrigação social de regressar ao país para ajudar o seu país."