Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

"É chegado o momento" de Portugal reconhecer governo de transição guineense - porta-voz C/ÁUDIO, VÍDEO E FOTOS]

Lusa

  • 333

Lisboa, 02 fev (Lusa) - O porta-voz do governo de transição na Guiné-Bissau disse hoje que Portugal cometeu "erros crassos" na resposta à crise no país africano e defendeu que "é chegado o momento" de Lisboa reconhecer o executivo em funções.

Em entrevista à Lusa em Lisboa, cidade onde se deslocou para participar no funeral de Domingos Fernandes, fundador do partido Resistência Guiné-Bissau (Movimento Bafatá), Fernando Vaz lançou um apelo ao governo português: "Portugal tem responsabilidade em relação à Guiné-Bissau".

Portugal, assim como a maioria da comunidade internacional, não reconhece o governo de transição da Guiné-Bissau, que entrou em funções depois do golpe de Estado de 12 de abril, que depôs o presidente eleito, Carlos Gomes Júnior, exilado em Portugal desde essa altura.