Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Dúvidas sobre práticas de alto risco na UBS mantêm-se mesmo com broker condenado

Lusa

  • 333

Genebra, 21 nov (Lusa) -- A condenação de operador de mercado bolsista Kweku Adoboli depois de fazer perder 1,8 mil milhões de euros ao banco suíço UBS, não afastou as dúvidas sobre a implicação da entidade nas operações financeiras de risco elevado.

Este 'broker', de 32 anos e origem ganesa, foi hoje condenado em Londres a sete anos de prisão por fraude, acusado de ter feito operações não autorizadas, quando trabalhava na divisão europeia de gestão de capitais do maior banco suíço, na capital britânica, entre outubro de 2008 e setembro de 2011, noticia a agência Efe.

Adoboli, que se declarou não culpado, alegou sempre, durante todo o processo na justiça britânica, que sofreu pressões por parte dos superiores para assumir riscos.