Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Duas centenas de pessoas dançaram em Lisboa pelo fim da violência contra mulheres

Lusa

  • 333

Lisboa, 14 fev (Lusa) -- Duas centenas de pessoas juntaram-se hoje, no Largo de Camões, em Lisboa, para, no Dia dos Namorados, contrariarem o dito "entre marido e mulher não metas a colher" e dançarem pelo fim da violência.

Aproveitando o dia que celebra o amor, cidadãos e cidadãs responderam ao convite "@ Menin@ Dança?" e participaram na coreografia de várias músicas, animada por quatro artistas da companhia Chapitô empoleirados em andas, e não se distraíram do objetivo, mesmo quando foram atacados pelo ensurdecedor megafone da manifestação dos empresários de diversões, que estacionou no mesmo largo central lisboeta.

Organizada pela eurodeputada socialista Ana Gomes, a iniciativa no Largo de Camões contou com ativistas de organizações como a Associação Portuguesa de Apoio à Vítima, Associação Portuguesa de Mulheres Juristas, ILGA Portugal, União de Mulheres Alternativa e Resposta e Amnistia Internacional.