Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Douro: Vindima com atraso de 10 a 15 dias devido à seca e verão pouco quente

Lusa

  • 333

Vila Real, 22 ago (Lusa) -- As vindimas no Douro começam este ano entre 10 a 15 dias mais tarde devido ao inverno seco e a um verão pouco quente que atrasou a maturação das uvas, de acordo com enólogos da região.

É uma situação generalizada a todo o Douro. Este ano o corte da uvas na mais antiga região demarcada do mundo inicia-se mais tarde, comparativamente com o ano passado, e os enólogos justificam este facto com a falta de chuva e de calor.

Em 2011, a 02 de agosto já se cortavam as uvas brancas na Quinta de Ervamoira, da empresa Ramos Pinto, localizada no Douro Superior. A enóloga Teresa Ameztoy disse hoje à agência Lusa que este ano a vindima dos brancos começou a 13 de agosto.