Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Donos de discoteca tailandesa onde morreram dois locais e dois turistas acusados de negligência

Lusa

  • 333

Banguecoque, 03 out (Lusa) -- A polícia tailandesa acusou de negligência os proprietários de uma discoteca da ilha de Phuket onde em agosto morreram quatro pessoas, duas das quais turistas, num incêndio.

Chiraphat Pochanaphan, superintendente da polícia tailandesa recordou que além dos dois mortos -- dois tailandeses, um francês e um britânico -- um segundo turista francês ficou gravemente ferido.

Com as acusações da polícia os proprietários da discoteca Tiger enfrentam uma pena máxima de 10 anos de cadeia e uma multa que pode chegar ao equivalente a 540.000 euros.