Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Dolce e Gabbana condenados a um ano e oito meses de prisão por fraude fiscal

Lusa

  • 333

Roma, 19 jun (Lusa) - O Tribunal de Milão condenou hoje os estilistas italianos Domenico Dolce e Stefano Gabbana a um ano e oito meses de prisão por evasão fiscal no valor de mil milhões de euros, anunciaram os 'media' italianos.

O Ministério Público tinha pedido uma pena de dois anos e seis meses de prisão. Os advogados de defesa anunciaram que vão apresentar recurso, o que suspende a execução da pena.

Os estilistas, que têm como clientes celebridades como Beyoncé e Madonna, rejeitaram as acusações.