Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Dois terços de projetos de banca a retalho em Angola desde 2003 nasceram em Portugal - ONU

Lusa

  • 333

Genebra, 26 jun (Lusa) -- Mais de dois terços dos novos projetos de banca a retalho que surgiram em Angola nos últimos 10 anos tiveram origem em Portugal, ainda que o ano passado tenha registado um abrandamento, revelaram hoje as Nações Unidas.

No relatório de investimento global de 2013, a Conferência das Nações Unidas sobre o Comércio e Desenvolvimento (UNCTAD, em inglês) revelou que, entre 2003 e 2012, Angola atraiu -- "de longe" - o maior número de projetos de banca a retalho entre os países menos desenvolvidos, num total de 135, com Portugal a ser a origem de 76% destes, seguindo-se o Camboja e o Uganda.

"Em Angola, investimentos pelo Banco BPI (com 68 projetos registados entre 2004 e 2012) geraram 45% do total dos investimentos na banca a retalho entre 2003 e 2012, seguindo-se dois outros bancos portugueses: o Finibanco e o Banco Comercial Português", escreveu a UNCTAD.