Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Dois ministros japoneses visitaram templo polémico no aniversário da capitulação

Lusa

  • 333

Tóquio, 15 ago (Lusa) -- Dois ministros japoneses visitaram hoje, por ocasião do 68.º aniversário da rendição nipónica na II Guerra Mundial, o polémico templo de Yasukuni, em Tóquio, que homenageia os soldados mortos, entre os quais criminosos de guerra.

A visita foi realizada pelo ministro do Interior e da Comunicação, Yoshitaka Shindo, e pelo ministro responsável pelos assuntos relacionados com os sequestros de japoneses pela Coreia do Norte, Keiji Furuya, informou a agência Kyodo.

Shindo disse que a sua visita tinha "caráter privado" e que, por isso, não consultou para tal o primeiro-ministro, Shinzo Abe, que declarou anteriormente que não iria motivar ou impedir os seus ministros de visitarem o templo se o desejassem fazê-lo.