Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Dois médicos moçambicanos exonerados por aderirem à greve do setor

Lusa

  • 333

Nampula, Moçambique, 30 mai (Lusa) - Dois médicos que aderiram à greve dos profissionais de saúde foram exonerados dos cargos que ocupavam no distrito de Ribáuè, em Nampula, norte de Moçambique, disseram à Lusa fontes do setor naquela província.

O diretor do Hospital Rural e a médica chefe do distrito foram forçados a entregar as pastas e a abandonar as casas protocolares que lhes haviam sido entregues.

O diretor provincial de Saúde, Armindo Tonela confirmou as demissões, alegando que os médicos obrigaram todos os funcionários da saúde do distrito a aderirem a greve.