Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Dois grupos portugueses estudam avançar para subconcessão nos Estaleiros de Viana

Lusa

  • 333

Viana do Castelo, 26 abr (Lusa) - Dois grupos portugueses disseram hoje que vão estudar o caderno de encargos da subconcessão dos terrenos dos Estaleiros Navais de Viana do Castelo (ENVC) para decidir se avançam ou não para o negócio.

Em declarações à agência Lusa, fonte oficial da administração do grupo português AMAL, da área da metalomecânica, afirmou aguardar o lançamento do concurso público, processo que segundo o ministro da Defesa Nacional deverá desenrolar-se nos próximos três meses, para tomar uma decisão.

"Após análise do respetivo caderno de encargos, [o grupo AMAL] decidirá em conformidade com os seus interesses", disse fonte daquele grupo português, mas sem acrescentar que tipo de atividade poderá propor para desenvolver naquela área.