Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Dois banqueiros islandeses condenados por empréstimos antes da crise

Lusa

  • 333

Reiquejavique, 28 dez (Lusa) - Dois banqueiros islandeses foram condenados a nove meses de prisão por terem autorizado empréstimos fraudulentos que levaram o banco Glitnir e o país a uma crise financeira em 2008, anunciou o tribunal de Reiquejavique.

Larus Welding, antigo diretor executivo do Glitnir, e Gudmundur Hjaltason, um dos seus colaboradores mais próximos, foram condenados a nove meses de prisão, seis dos quais de pena suspensa, por terem emprestado ilegalmente 102 milhões de euros à empresa Milestone.

A justiça islandesa considerou que os dois visados foram além do que lhes era permitido e levaram o banco à ilegalidade.