Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Dois anos de suspensão para jogador júnior que agrediu árbitro em São Miguel

Lusa

  • 333

Ponta Delgada, 24 jan (Lusa) - O Conselho de Disciplina da Associação de Futebol de Ponta Delgada aplicou dois anos de suspensão a um dos jogadores envolvidos na agressão a um árbitro verificada no final de um jogo do Campeonato de São Miguel de Juniores.

"É preciso ter alguma pedagogia e é nesta medida é preciso ver que a pena, podendo ser mais grave, também podia ter sido menor. Dois anos está no primeiro terço de uma duração senatória e certamente o jogador verá a sua carreira algo limitada por esta suspensão, portanto eu acho que deverá servir de exemplo para quem queira seguir a carreira de jogador", disse Hélder Borges, vice-presidente do CD da Associação.

Hugo Moniz foi o jogador do São Roque que mereceu castigo mais pesado devido a agressão a soco ao árbitro César Andrade, enquanto Ruben Realejo foi suspenso por oito jogos, tendo em conta que ficou provado que houve uma tentativa de agressão, e Pedro Pacheco viu o seu processo arquivado, por falta de provas de agressão.