Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Doentes no Hospital de Braga defendidos dos efeitos da greve - diretor clínico

Lusa

  • 333

Braga, 30 mai (Lusa) - O diretor clínico do Hospital de Braga afirmou hoje que "todas" as questões de segurança dos doentes daquela unidade "estão garantidas" e que, "honestamente", a administração "não compreende" os motivos da greve de dois dias dos médicos anestesistas.

Fernando Pardal, que falava aos jornalistas por causa da greve dos médicos anestesistas que decorre hoje e sexta-feira, disse ainda que, ao contrário do que tem sido afirmado, o Hospital de Braga "não usa médicos tarefeiros" em situações normais.

Os anestesistas do Hospital de Braga, gerido em parceria público privada entre Estado e o Grupo Mello Saúde, estão a cumprir dois dias de greve por, segundo fez saber o Sindicato Independente dos Médicos (SIM), "excesso de recurso a tarefeiros" e "falhas" na gestão da unidade hospitalar.