Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Doentes mentais faltam a consultas e diminuem ou abandonam medicação - Coordenador

Lusa

  • 333

Lisboa, 18 jun (Lusa) -- O coordenador nacional para a saúde mental afirmou hoje que as pessoas com problemas crónicos nesta área têm faltado mais do que era comum às consultas e, em alguns casos, diminuíram ou abandonaram a medicação por carência económica.

Álvaro de Carvalho falava à agência Lusa à margem da apresentação do Relatório da Primavera 2013 do Observatório Português dos Sistemas de Saúde (OPSS), que hoje decorreu em Lisboa.

"Tenho falado com colegas que são os diretores dos departamentos de psiquiatria e saúde mental dos hospitais gerais - que já são cerca de 40 -- para saber qual a situação", explicou.