Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Doentes com paramiloidose sem conseguir medicamentos no Centro Hospitalar do Porto

Lusa

  • 333

Redação, 12 dez (Lusa) -- O presidente da Associação Portuguesa de Paramiloidose, Carlos Figueiras, denunciou hoje que os doentes não conseguem desde segunda-feira levantar os medicamentos para o tratamento da doença no Centro Hospitalar do Porto.

Contactada pela agência Lusa, fonte oficial do Centro Hospitalar do Porto confirmou que a unidade está impedida de distribuir medicamentos não urgentes, entre os quais os destinados ao tratamento da paramiloidose, devido à lei dos compromissos, que impede as entidades públicas de assumirem despesas para as quais não tenham receita prevista nos três meses seguintes.

O Ministério da Saúde, contactado pela agência Lusa, assegurou que já foi desbloqueada a situação e que não faltarão medicamentos aos doentes.