Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Disparos da Polícia durante manifestação da UNITA em Luanda

Lusa

  • 333

Luanda, 23 nov (Lusa) - Elementos de Polícia de Intervenção Rápida de Angola efetuaram disparos para o ar para impedir o porta-voz da UNITA de prestar declarações à imprensa estrangeira durante a manifestação convocada para hoje por este partido em Luanda, constatou a Lusa no local.

Alcides Takala estava a descrever a agência Lusa, Reuter e AGI (de Itália) a forma como foram utilizadas granadas de gás lacrimogéneo por volta das 09:00 (08:00 em Lisboa) no início da concentração para a manifestação do maior partido da oposição de Angola.

Os manifestantes que rodeavam Takala e os quatro jornalistas estrangeiros pediam insistentemente à imprensa que não abandonasse o local como garantia de que a polícia não lhes podia bater.