Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Dirigentes portugueses devem estar atentos aos investimentos angolanos -- Ex-PM Angola

Lusa

  • 333

Maputo, 22 mai (Lusa) - O antigo primeiro-ministro angolano Marcolino Moco disse hoje que os dirigentes portugueses devem estar atentos aos investimentos angolanos injustificados em Portugal, porque "não é assim que vão reforçar as relações profundas" com Angola.

Em declarações à Agência Lusa, em Maputo, Marcolino Moco defendeu que "as pessoas já começam a não aceitar discursos moderados" sobre a natureza do regime angolano, e aproveitou para mandar um recado a Portugal.

"As pessoas começam a não aceitar discursos moderados. Esta mensagem que vá para Portugal, que continua a permitir que a filha do senhor Presidente [José Eduardo dos Santos] compre tudo o que há por lá - 20 por cento de um dos maiores bancos que está lá - sem se pedir explicações de onde é que está a sair o dinheiro", disse.