Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Diretora do FMI ouvida durante 12 horas pela justiça francesa

Lusa

  • 333

Washington, 24 mai (Lusa) -- A diretora-geral do Fundo Monetário Internacional (FMI), Christine Lagarde, esteve quinta-feira a prestar declarações durante 12 horas a procuradores franceses, que vão decidir se deve ser acusada num caso de financiamento estatal a uma empresa.

O Tribunal de Justiça da República Francesa está a analisar o seu envolvimento, enquanto ministra das Finanças, em 2007, na decisão de pagar 400 milhões de euros ao controverso empresário Bernard Tapie.

O FMI já expressou apoio à sua dirigente, com o porta-voz, Gerry Rice, a declarar: "A comissão executiva foi informada do assunto e continua a expressar a sua confiança na capacidade da sua diretora-geral continuar a exercer as suas funções".