Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Diretor regional das Florestas madeirense desmente gastos em transporte de terras

Lusa

  • 333

Funchal, 05 fev (Lusa) - O diretor regional das Florestas, Rocha da Silva, desmentiu hoje que o Governo Regional da Madeira tenha pago dois milhões de euros por terras sobrantes na construção da estrada entre a Volta da Malhada e o Pico do Arieiro.

Numa nota divulgada na região, a Nova Democracia diz que enviou uma queixa e documentação comprovativa às autoridades europeias de atentado ambiental" e uma "irregular utilização de dinheiros públicos".

"O Governo Regional pagou mais de dois milhões de euros para transportar terras sobrantes para depósito devidamente licenciado, mas fez vista grossa ao seu despejo para o interior da da ribeira da Lapa", que atravessa as serras do Funchal, diz o PND num documento da autoria do deputado Hélder Spínola, antigo dirigente nacional da organização ambientalista Quercus.