Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Diretor do Tour quer deixar em branco uma época marcada "pela ausência de vencedores"

Lusa

  • 333

Paris, 22 out (Lusa) -- Os organizadores do Tour defenderam hoje que a União Ciclista Internacional (UCI) devia retirar "todas as lições" do caso Armstrong, desclassificado de todos os resultados de 1998 em diante por dopagem.

"É uma crise mundial, a aura de Armstrong tocava toda a gente, não apenas em França, mas por todo o mundo", lamentou o diretor da Volta a França.

Christian Prudhomme considerou "lógica" a decisão da UCI de anular todos os resultados desportivos do norte-americano a partir de 1998, incluindo o seu recorde de sete vitórias no Tour.