Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Diretor desportivo da Sky deixa ciclismo por razões "estritamente pessoais"

Lusa

  • 333

Londres, 28 out (Lusa) -- O diretor desportivo da Sky, Sean Yates, decidiu abandonar o ciclismo por razões "estritamente pessoais", anunciou hoje a equipa britânica, na qual alinham Bradley Wiggins e Chris Froome, os dois primeiros classificados da Volta à França de 2012.

A Sky rejeita que Yates tenha deixado a equipa e a modalidade em consequência das recentes revelações sobre consumo de substâncias dopantes por parte do norte-americano Bobby Julich, um dos treinadores da equipa, explicando que o diretor desportivo "decidiu deixar o ciclismo após 30 anos" de presença ininterrupta no desporto.

Yates, de 52 anos, foi camisola amarela no Tour de 1994 e desempenhava as funções de diretor desportivo da Sky desde 2010. O inglês foi uma das poucas pessoas ligadas ao ciclismo a defender o norte-americano Lance Armstrong, que foi desapossado dos sete títulos conquistados na Volta a França.