Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Direito de voto aos 16 anos avança na Argentina

Lusa

  • 333

Buenos Aires, 01 nov (Lusa) -- A câmara de deputados argentina aprovou esta noite o direito de voto aos 16 anos, depois de o Senado ter também dado luz verde à iniciativa vista pela oposição como uma estratégia do Governo para alargar o seu eleitorado.

A proposta foi aprovada com 131 votos a favor, dois contra e uma abstenção.

A oposição alega que o Governo pretende aumentar o número de deputados nas próximas legislativas, em 2013, para abrir caminho a uma eventual reforma da Constituição argentina no sentido de permitir uma nova reeleição de Cristina Kirchner, o que atualmente é impossível, pois um terceiro mandato não é permitido constitucionalmente.