Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Direito à manifestação é "constitucional" e "legítimo", mas deve ser exercido sem violência - Marques Guedes

Lusa

  • 333

Lisboa, 31 out (Lusa) -- O secretário de Estado da Presidência do Conselho de Ministros lamentou hoje eventuais "cenas de alguma violência" em frente ao Parlamento, sublinhando que o direito à manifestação é "constitucional" e "legítimo", mas deve ser exercido de forma ordeira.

Marques Guedes falava na conferência de imprensa que decorreu no final da reunião do Conselho de Ministros de hoje e começou por dizer que "o Conselho de Ministros não acompanhou a manifestação" e que "teve uma agenda própria".

"Seguramente que o senhor ministro da Administração Interna o deve ter feito", acrescentou, remetendo qualquer posição sobre o protesto e a forma como decorreu para o titular desta pasta, Miguel Macedo.