Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Direção do Vitória de Guimarães instaurou processo disciplinar a Emílio Macedo da Silva

Lusa

  • 333

Guimarães, 17 nov (Lusa) - A direção do Vitória de Guimarães instaurou um processo disciplinar ao anterior presidente do clube, Emílio Macedo da Silva, dando seguimento a um parecer do Conselho Fiscal que censura a anterior gestão e apela a um apuramento de responsabilidades.

Reunidos em Assembleia Geral (AG), os cerca de 500 associados do clube minhoto votaram favoravelmente o relatório e contas 2011/12, que apresenta um resultado líquido negativo de oito milhões de euros e um passivo de total de 24 milhões, assim como o parecer favorável do Conselho Fiscal (CF).

O presidente do CF, Eduardo Salgado Leite, voltou a manifestar "um voto de censura aos atos de gestão protagonizados pela direção anterior", que "conduziram à gravíssima situação financeira em que o Vitória se encontra".