Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Diamantes no valor de 2.000 milhões de dólares desviados do Zimbabué em 4 anos

Lusa

  • 333

Harare, Zimbabué, 12 nov (Lusa) - Diamantes avaliados em 2.000 milhões de dólares foram desviados do Zimbabué nos últimos quatro anos por uma rede de ministros e militares alinhados com o presidente, Robert Mugabe, disse hoje uma organização com sede no Canadá.

"Estimativas conservadoras colocam o furto de bens de Marange [campos de diamantes no leste do Zimbabué] em quase 2.000 milhões de dólares [1.570 milhões de euros] desde 2008", reporta a Partnership Africa Canada (PAC) num relatório hoje divulgado, no dia em que começou uma conferência internacional sobre diamantes para impulsionar o setor na economia do país africano.

O relatório refere o ministro das Minas, Obert Mpofu, acusando-o de ter facilitado concessões aos chefes de segurança.