Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Dhlakama ameaça criar províncias independentes caso Governo moçambicano mantenha eleições

Lusa

  • 333

Gorongosa, 29 jul (Lusa) -- O líder da Resistência Nacional Moçambicana (Renamo), Afonso Dhlakama, ameaçou hoje dividir o país em províncias independentes, caso o governo prossiga com as eleições, boicotadas pelo maior partido da oposição.

A realização das eleições autárquicas a 20 de novembro, com os órgãos eleitorais "incompletos", constitui um "ato fatal para a democracia multipartidária" em Moçambique, avisou Dhlakama, que reuniu o Conselho Geral do partido para discutir o boicote às autárquicas de novembro mas também das eleições presidenciais e legislativas de 2014.

"Vamos aguardar até dezembro", e caso se realizem as eleições autárquicas "vamos dividir o país", afirmou Afonso Dhlakama, que considera também que se assiste ao "fim da unidade nacional" com a recusa da Frelimo (Frente de Libertação de Moçambique), partido no poder, em alargar mais à participação da sociedade civil nos órgãos eleitorais.