Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Dez milhões de euros para tratar efluentes suinícolas podem salvar setor em Leiria - associação

Lusa

  • 333

Leiria, 06 nov (Lusa) -- O presidente da Associação de Suinicultores de Leiria considerou hoje que a verba de 10 milhões de euros inscrita no Programa de Desenvolvimento Rural (Proder) para tratar efluentes é "importante" e pode "salvar o setor".

"É um processo que se arrasta há 13 anos, o anúncio é importante porque ajuda a credibilizar o processo, mas agora importa agir, caso contrário estamos a falar do fim da suinicultura na região", sustentou David Neves, que é também presidente da Recilis, empresa responsável pelo projeto da Estação de Tratamento de Efluentes Suinícolas (ETES).

Em causa está a construção de uma ETES na freguesia de Amor, Leiria, com um custo estimado de 18 milhões de euros, e que terá a capacidade de receber e tratar cerca de 1.500 metros cúbicos de efluentes de suiniculturas dos concelhos de Batalha, Porto de Mós, Marinha Grande, Pombal e Leiria.