Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Detido suspeito de ter ateado fogo em hospital em Taiwan

Lusa

  • 333

Taipé, 24 out (Lusa) -- Um homem, de 67 anos, ficou sob custódia por ter alegadamente provocado um incêndio na terça-feira num hospital no sul de Taiwan, que resultou na morte de 12 pacientes, a maioria dos quais acamados, informaram hoje as autoridades.

O sexagenário, de apelido Lin e também paciente do hospital, disse ter queimado lenços de papel e tê-los atirado para uma arrecadação cheia de roupas, indicou o procurador Tseng Chao-kai, aditando que Lin afirmou que se sentia descontente com o sofrimento causado pela doença crónica de que padecia.

Lin, que foi detido ao final da noite de terça-feira, aguarda agora pela acusação formal sob custódia, dado que há risco de fuga e o suspeito tentou alegadamente destruir provas, explicou Tseng Chao-ka, citado pelas agências internacionais.