Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Desporto: Advogado de Paulo Pereira Cristovão pede separação de "realidade e ficção" nas acusações

Lusa

  • 333

Lisboa, 14 jun (Lusa) - O advogado de Paulo Pereira Cristóvão, hoje presente ao juiz do Tribunal de Instrução Criminal (TIC) de Lisboa, disse ser necessário "distinguir entre a realidade e ficção", garantido não ter conhecimento das acusações formuladas ao ex-vice-presidente do Sporting.

À entrada do TIC, ao qual chegou na companhia de Paulo Pereira Cristóvão, o causídico Rogério Alves disse que não tinha "expetativas", por desconhecer o processo, no qual o ex-dirigente, que não fez qualquer comentário, é acusado de denúncia caluniosa qualificada ao árbitro José Cardinali.

O advogado afirmou desconhecer os indícios de corrupção, peculato e participação económica em negócio, crimes referidos pela imprensa, e reservou uma posição para depois do interrogatório a Pedro Pereira Cristóvão, programado para a tarde de hoje.