Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Despesa social do Estado quase triplicou em 30 anos mas continua perto da média europeia

Lusa

  • 333

Redação, 10 nov (Lusa) - A despesa social do Estado português quase triplicou desde 1980, mas está apenas ligeiramente acima da média da União Europeia, segundo dados da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Económico (OCDE).

Na definição da OCDE, as despesas sociais do Estado incluem pensões (de reforma ou invalidez, velhice, etc.), transferências sociais (subsídios de desemprego ou o rendimento social de inserção, por exemplo) e sistemas de saúde. Segundo os números da organização, este ano a despesa social deverá atingir os 25,4 por cento do Produto Interno Bruto (PIB) em Portugal.

Em 1980, a despesa pública com as funções sociais do Estado em Portugal ficava-se pelos 9,9 por cento do PIB. Em 1990,essa percentagem tinha subido para 12,5 por cento.