Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Despesa com medicamentos será superior à meta da troika de 1% do PIB - Apifarma

Lusa

  • 333

Lisboa, 18 set (Lusa) -- O presidente da Associação Portuguesa da Indústria Farmacêutica (Apifarma) revelou hoje que a despesa pública em medicamentos face ao Produto Interno Bruto (PIB) atingirá os 1,13 por cento este ano, superior à meta da troika de um por cento.

À margem de uma conferência promovida pela Apifarma sobre "Inovação biofarmacêutica e biossimilares", João Almeida Lopes disse aos jornalistas que a meta que o governo definiu no âmbito do programa de emergência de um por cento do PIB é "inatingível".

"É uma meta descontextualizada da realidade", sublinhou, lembrando que inicialmente este valor seria apenas para o mercado ambulatório e só mais tarde é que foi imposto para o hospitalar.