Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Despacho que proíbe manifestação na Ponte 25 Abril abrange também acessos

Lusa

  • 333

Lisboa, 15 out (Lusa) -- A decisão do Governo de proibir a manifestação da CGTP no dia 19 de outubro na Ponte 25 de Abril, em Lisboa, abrange também os acessos a esta infraestrutura.

No despacho assinado segunda-feira, os ministros da Administração Interna, Miguel Macedo, e da Economia, António Pires de Lima, sugerem, em alternativa, a Ponte Vasco da Gama, considerando que é "a única alternativa possível para viabilizar uma marcha entre as duas marchas do rio Tejo".

O documento, a que a agência Lusa teve acesso, determina que a marcha promovida pela CGTP "não pode, pelas estritas razões constantes dos pareceres técnicos, utilizar os acessos e tabuleiro da Ponte 25 de Abril".