Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Desordem na coordenação motora afeta 30% de crianças -- estudo

Lusa

  • 333

Porto, 19 set (Lusa) -- Um estudo hoje divulgado revela que 30% das crianças têm desordens ao nível da coordenação motora e, por isso, tendem a ser sedentárias, obesas, ansiosas e depressivas.

A pesquisa, realizada pela investigadora em motricidade humana Cidália Freitas, da Faculdade de Ciências do Desporto da Universidade do Porto, envolveu 319 crianças dos quatro aos 12 anos, em escolas da área metropolitana do Porto.

Os resultados revelaram que 25,3% das crianças destras analisadas (que têm mais agilidade com a mão direita do que com a esquerda) sofrem de Desordens de Coordenação de Desenvolvimento (DCD), tendência que se revela ainda mais entre as canhotas (36,1%).