Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Desenvolvimento sustentável das cidades deve avançar apesar da crise - Especialista

Lusa

  • 333

Lisboa, 02 abr (Lusa) - A concentração da população nas cidades exige novas soluções tecnológicas e arquitetónicas para um desenvolvimento sustentável na energia, água ou mobilidade, trabalho que deve avançar apesar das dificuldades da crise, defendeu hoje um especialista.

"A crise económica vem gerar um problema imediato, que não deve impedir-nos de trabalhar no que é igualmente importante, embora de mais longo prazo", ou seja, o desenvolvimento sustentável e inteligente das cidades, afirmou hoje o presidente do presidente do Foro Soria 21, Amálio de Marichalar.

Para o responsável pelo Fórum Mundial, que decorreu em Lisboa em 2011 e vai repetir-se no Porto, a 16 e 17 de abril, "uma crise desta natureza é uma grande oportunidade e é preciso saber incorporar novas formas de emprego, inovação, talento, cultura e a sustentabilidade como paradigma de desenvolvimento sustentável".