Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Desemprego: Trabalhar no Estado deixou de ser atrativo para os jovens mais qualificados - OIT

Lusa

  • 333

Lisboa, 29 set (Lusa) -- O economista da Organização Internacional do Trabalho (OIT) Daniel Vaughan-Whitehead considera que o setor público português deixou de ser atrativo para os jovens mais qualificados e que a austeridade poderá comprometer a qualidade dos serviços públicos.

"O que nós vemos é uma redução do capital humano no setor público, os trabalhadores mais qualificados estão a reformar-se e a ser substituídos por funcionários com menos qualificações porque o setor já não atrai os jovens mais qualificados", disse o economista em declarações à agência Lusa a propósito de um estudo da OIT ainda a publicar sobre o impacto das medidas de austeridade sobre a Administração Pública.

Para Daniel Vaughan-Whitehead, o principal autor do estudo, o objetivo dos cortes no setor público português é "pagar menos e conseguir mais".