Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Desemprego: CIP aplaude Impulso Jovem mas alerta para austeridade das empresas

Lusa

  • 333

Lisboa, 06 jun (Lusa) -- O presidente da Confederação Industrial Portuguesa (CIP), António Saraiva, aplaudiu o programa Impulso Jovem, aprovado hoje pelo Governo, mas realçou que as empresas estão em austeridade e precisam de aumentar a sua atividade para criar emprego.

"Esta medida do programa Impulso Jovem merece obviamente o nosso aplauso, como tudo aquilo que contribua para reduzir o desemprego e, neste caso, o desemprego jovem", afirmou o dirigente patronal, no dia em que o Conselho de Ministros aprovou o programa que possui um fundo superior a 344 milhões de euros e que deverá abranger um universo de 90 mil jovens.

Em declarações aos jornalistas, António Saraiva disse esperar que a adesão das empresas "seja boa", mas alertou para o "quadro de austeridade" em que vivem. "Não nos iludamos. As empresas atravessam dificuldades, sobretudo de financiamento, e vão precisar de contratar mais recursos humanos se tiverem aumento de encomendas e das exportações".