Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Desemprego aumentou cerca 25% no último ano em Paredes e Paços de Ferreira

Lusa

  • 333

Paços de Ferreira, 12 abr (Lusa) - O desemprego nos concelhos que mais mobiliário produzem em Portugal - Paços de Ferreira e Paredes - aumentou 25% num ano, afetando quase 14.000 residentes, segundo números do Instituto do Emprego e Formação Profissional (IEFP).

De acordo com dados oficiais relativos a fevereiro de 2013, só naqueles municípios - os maiores exportadores naquele setor de atividade - quase 3.000 pessoas ficaram sem trabalho no último ano.

De fevereiro de 2012 a fevereiro de 2013, o maior crescimento no desemprego verificou-se em Paços de Ferreira (+26,08%). Em Paredes, no mesmo período, o acréscimo foi ligeiramente menor (24,12%). Só em Paredes estão registadas 8.480 pessoas sem trabalho, o que traduz uma taxa de desemprego de cerca de 19,6%, um pouco mais do que Paços de Ferreira, com 18,34%.