Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Descobertos boletins de voto ilegais na véspera das eleições antecipadas na Bulgária

Lusa

  • 333

Sófia, 12 mai (Lusa) -- Cerca de 350.000 boletins de voto ilegais foram confiscados na Bulgária, na véspera das eleições legislativas antecipadas que se realizam hoje num clima de tensão, noticiaram os 'media' locais citados pela AFP.

A descoberta dos boletins de voto prontos para serem usados numa gráfica agrava as acusações de fraude contra o partido do ex-primeiro-ministro Boyko Borisov, Cidadãos para o Desenvolvimento Europeu da Bulgária (GERB), e ergueram-se vozes a pedir o adiamento das eleições, afirma a agência France Presse.

O líder do Partido Socialista, Sergey Stanishev, afirmou que a descoberta representa a "preparação para a total falsificação das eleições", já que "350.000 boletins correspondem a 10 por cento da afluência esperada".